Negócios

Dow sobe com apoio de bancos, mas cautela permanece após dados de confiança do consumidor



Por Shreyashi Sanyal e Amruta Khandekar

(Reuters) – As ações de bancos apoiavam o índice Dow Jones nesta terça-feira, com quatro grandes credores de Wall Street aumentando seus dividendos após um teste de estresse, mas uma queda acentuada na confiança do consumidor norte-americano trouxe de volta à tona os riscos da inflação crescente.

Os principais índices de Wall Street começaram a semana com fraqueza devido a preocupações com o aumento dos preços e um posicionamento agressivo do Federal Reserve.

Dados econômicos permanecem no centro do foco de investidores, em meio a poucos catalisadores para o mercado antes do início da temporada de balanços, em duas semanas.




O Conference Board disse nesta terça-feira que seu índice de confiança do consumidor caiu 4,5 pontos em junho, para leitura de 98,7, conforme preocupações com a inflação alta alimentaram a expectativa de que o crescimento econômico vai enfraquecer significativamente no segundo semestre do ano.

“As pessoas estão chegando ao final do trimestre com um pouco mais de estabilidade do que certamente tinham há um mês, e digeriram que o Fed pode precisar usar a recessão como uma ferramenta de política monetária”, disse David Waddell, CEO da assessoria de investimentos Waddell & Associates.

O Morgan Stanley subia 3,1% e liderava os ganhos entre os principais bancos, incluindo Goldman Sachs, Bank of America e Wells Fargo. O índice de bancos do S&P 500 avançava 1,7%.


Às 12:17 (de Brasília), o índice S&P 500 perdia 0,01%, a 3.899,58 pontos, enquanto o Dow Jones subia 0,13%, a 31.480,59 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuava 0,61%, a 11.454,23 pontos.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5R0SV-BASEIMAGE






Tópicos

Updated