Giro

Zelenski alerta população para longa guerra contra a Rússia

Zelenski alerta população para longa guerra contra a Rússia

Presidente da Ucrânia assina decretos prorrogando lei marcial e mobilização de tropas por 90 dias e promete recuperar cidades sob controle russo o mais rápido possível.O presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, alertou a população do país para uma longa guerra contra a Rússia e defendeu a prorrogação da lei marcial por mais 90 dias, até agosto.

“Nosso Exército e todos que defendem o Estado precisam dispor dos meios legais para que possam agir com tranquilidade”, afirmou em sua mensagem de vídeo noturna desta quarta-feira (18/05).

O presidente assinou e encaminhou para aprovação do Parlamento decretos estendendo a lei marcial – declarada no fim de fevereiro, pouco depois da invasão da Ucrânia pela Rússia – e a mobilização geral de tropas por 90 dias.

Zelenski afirmou que a Ucrânia está determinada a recuperar o controle sobre as cidades de Kherson, Melitopol, Berdyansk, Enerhodar e Mariupol, no sul do país.



“Todas as nossas comunidades sob ocupação, sob ocupação temporária, devem saber que a Ucrânia retornará”, declarou o presidente.

Ele afirmou, no entanto, que as condições nos campos de batalha determinarão quanto tempo levará para o território voltar ao controle ucraniano.

“Estamos tentando fazer isso o mais rápido possível. Estamos comprometidos a expulsar os ocupantes e garantir a real segurança da Ucrânia”, disse o presidente.


“Por isso, assinei decretos sobre a prorrogação do regime legal da lei marcial e o prazo da mobilização geral. Espero que o Parlamento apoie essa decisão num futuro próximo”, afirmou.

Mais de 2 mil mísseis russos

Zelenski afirmou que a Rússia já disparou mais de 2 mil mísseis durante sua investida contra a Ucrânia, iniciada em 24 de fevereiro, e que isso equivaleria a grande parte do arsenal de Moscou. O presidente disse ainda que a maioria dos mísseis atingiu infraestrutura civil e não trouxe benefícios militares estratégicos. As mais recentes cidades atingidas foram Mikolaiv e Dnipro, no sul da Ucrânia, apontou.

No leste da Ucrânia, as tropas russas ainda estão tentando capturar completamente as áreas no entorno de Donetsk e Lugansk. Segundo o Exército ucraniano, 15 civis morreram a região nesta quarta-feira, entre eles ao menos uma criança.

Por sua vez, as Forças Armadas da Ucrânia afirmaram ter recapturado mais um vilarejo ao norte de Kharkiv, a segunda maior cidade do país. Nas últimas semanas, o Exército ucraniano empurrou as tropas russas ao norte e nordeste de Kharkiv cada vez mais em direção à fronteira.

lf (ARD, DW, AP, Efe, ots)