Negócios

YouTube faturou US$ 15 bilhões com anúncios em 2019

Crédito: AFP/Arquivos

No último trimestre de 2019 o YouTube registrou US$ 4,7 bilhões com a venda de anúncios (Crédito: AFP/Arquivos)

O YouTube faturou mais de US$ 15,1 bilhões apenas com propagandas, em 2019, expansão de 30% sobre o ano anterior.

+ YouTube anuncia que irá eliminar conteúdo eleitoral que tenha sido manipulado
+ Youtube impulsiona o Brasil no mercado bilionário dos ‘games mobile’
+ Garoto de 8 anos é quem mais faturou no YouTube em 2019

Essa foi a primeira vez que a Alphabet, empresa que controla o Google, revelou o quanto a plataforma de vídeos online gerou com propagandas nos vídeos.

Somente no último trimestre de 2019, o site faturou US$ 4,7 bilhões com a venda de anúncios, volume 30% maior do que o registrado no mesmo período de 2018.



Os dados foram anunciados nesta segunda-feira (3) pela Alphabet. Segundo a companhia, em 2017 o Youtube gerou US$ 8,14 bilhões com comerciais online. Em 2018, foram US$ 11,5 bilhões, salto de 37,5% no volume de receita gerada.

Apesar disso, não é possível saber ao todo o quanto a plataforma rende em comerciais, já que uma parte desse montante é repartido com donos de canais no site. Os valores também não incluem as receitas do YouTube Music e do Premium.

Segundo a Variety, sozinho, o YouTube TV conta com 2 bilhões de usuários mensais. Com o Music e o Premium, são mais de 20 bilhões de usuários.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago