Negócios

Yellen diz que grandes economias deveriam gastar mais para garantir recuperação robusta

Yellen diz que grandes economias deveriam gastar mais para garantir recuperação robusta

Secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen

Por Andrea Shalal e David Lawder

WASHINGTON (Reuters) – A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, alertou nesta quinta-feira para o risco de uma divergência permanente na economia global na esteira da crise de Covid-19, e pediu às principais economias que injetem quantias significativas de novo suporte fiscal para garantir uma recuperação robusta.

Em comunicado para comitês do Fundo Monetário Internacional e Banco Mundial, Yellen destacou a necessidade de as grandes economias continuarem ajudando os países em desenvolvimento conforme eles lutam com a pandemia de Covid-19, a mudança climática e o fardo da dívida.

Ela pediu ao Banco Mundial que ajude os países, em especial os mais pobres, para que recebam acesso oportuno a vacinas contra a Covid-19, e defendeu negociações aceleradas para reabastecer o fundo do Banco Mundial para países mais pobres – meta que o banco pretende atingir até dezembro.

Os Estados Unidos prometeram 4 bilhões de dólares para a iniciativa de distribuição global de vacinas Covax Facility, disse Yellen, incentivando outros a aderirem.

Ela sinalizou que os EUA, que até agora só distribuíram vacinas para o México e Canadá, pode fornecer doses extras a outros países no futuro.

“Os Estados Unidos continuarão a trabalhar com parceiros para aumentar o fornecimento de vacinas, explorar o compartilhamento de vacinas excessivas e garantir que o financiamento não se torne um obstáculo para a vacinação global”, disse Yellen, sem dar mais detalhes.

Os comentários de Yellen refletem o foco do governo Biden em obter uma forte cooperação internacional para enfrentar os desafios globais – bem diferente da abordagem de “agir sozinho” perseguida pelo governo do ex-presidente Donald Trump.

“A crise da Covid-19 acentuou a tendência de aumento da desigualdade de renda, levantando preocupações sobre um caminho divergente dentro e entre os países. Também enfrentamos a ameaça existente das mudanças climáticas. Só podemos resolver esses problemas por meio de uma forte cooperação internacional”, disse Yellen em comentários preparados para sua primeira reunião com o Comitê Monetário e Financeiro Internacional do FMI e o Comitê de Desenvolvimento do Banco Mundial.

A ex-chefe do Federal Reserve disse que o apoio fiscal e monetário substancial das principais economias melhorou significativamente as perspectivas econômicas globais, mas que mais esforços são necessários.((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5047 2984)) REUTERS PVB CMO

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH370U6-BASEIMAGE

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

Updated