Tecnologia

Yahoo oferece US$ 117,5 mi para encerrar processo de vazamento de dados

No início do ano, a empresa se dispôs a pagar US$ 50 milhões por vazamentos entre 2013 e 2016, mas o acordo não foi aceito

Yahoo oferece US$ 117,5 mi para encerrar processo de vazamento de dados

O Yahoo ofereceu US$ 117,5 milhões para dar fim ao processo do maior vazamento de dados pessoais da história. O servidor foi alvo de diversos ataques entre 2013 e 2016, vitimando aproximadamente 194 milhões de pessoas nos Estados Unidos e em Israel, e expondo cerca de 896 milhões de contas. A proposta foi registrada na Justiça dos Estados Unidos nesta terça-feira (9) e precisa ser aprovada pela juíza Lucy Koh. No início do ano, a empresa se dispôs a pagar US$ 50 milhões, mas o acordo não foi aceito pela magistrada.

Segundo a Reuters, a nova proposta inclui pelo menos US$ 55 milhões para despesas e outros custos das vítimas, US$ 24 milhões para dois anos de monitoramento de crédito, até US$ 30 milhões para honorários legais e até US$  8,5 milhões para outras despesas.

O Yahoo é acusado de negligência na proteção de dados dos usuários. A violação expôs informações pessoais, como endereços de email e senhas, mas não revelou dados financeiros, afirmou a empresa à época. Além da negligência, o sistema judiciário dos EUA acusa o Yahoo de lentidão ao divulgar a invasão e na tomada de medidas.

O site foi adquirido pela Verizon em 2016 por US$ 4,48 bilhões. A nova companhia se comprometeu em gastar US$  306 milhões até em segurança da informação, cinco vezes o que o Yahoo gastou de 2013 a 2016. Ela também prometeu quadruplicar o pessoal do Yahoo nessa área.

Tópicos

vazamento Yahoo!