Negócios

Xiaomi anuncia moto híbrida movida a hidrogênio e energia

Crédito: Divulgação

O projeto ainda é apenas um conceito, mas a companhia já está recebendo reservas (Crédito: Divulgação)

A Segway, da gigante chinesa Xiaomi, anunciou que irá produzir uma motocicleta híbrida com motor elétrico e a hidrogênio. Batizado de Segway Apex H2, o projeto ainda é apenas um conceito, mas a companhia já está recebendo reservas para pedidos de compra.

De acordo com o site Electrek, a novidade dá continuação à linha Segway Apex, moto elétrica revelada pela empresa no final de 2019. Segundo a Xiaomi, o novo veículo terá motor híbrido para oferecer maior segurança e eficiência aos consumidores.

+ Smartphone: Samsung renova linha Galaxy A com quatro modelos

Os cilindros de hidrogênio que fornecem o combustível são trocáveis e recarregáveis, o que deve reduzir o tempo necessário para recarga em comparação com uma moto elétrica comum. 

O design mistura linhas futuristas e esportivas e conta com um efeito que parece fazer a moto “flutuar”. A moto terá ainda adereços especiais, como os faróis horizontais já integrados ao veículo e uma tela multimídia frontal dianteira de 7 polegadas.

As informações iniciais da Segway mostram que a Apex H2 será produzida em dois anos e é estimado que as primeiras entregas sejam feitas a partir de 2023. O preço da moto será de aproximadamente US$ 10.700 (quase R$ 60 mil no câmbio de hoje, 7 de abril).

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago