Wine brinda liderança nacional com expansão para o México

Wine brinda liderança nacional com expansão para o México

Marcelo D'Arienzo, CEO da Wine: sucesso do clube de assinatura de vinho será levado para o México

Ao divulgar os excelentes resultados do terceiro trimestre deste ano, em que cresceu 68,8% sobre o mesmo período de 2020, com receita líquida de R$ 161,1 milhões (dos quais R$ 35,5 milhões realizados pela Cantu, adquirida em 9 de agosto), a Wine não só se consolidou na liderança entre as importadoras de vinho do País (segundo a Ideal Consulting) como lançou seu projeto de internacionalização. O México foi o mercado escolhido para iniciar a expansão internacional, cujo investimento ainda não foi divulgado.



“Desde que a Wine foi lançada, tivemos a percepção de que a necessidade de fazer a curadoria para o clube nos dava uma vantagem para operar globalmente”, afirmou à DINHEIRO o CEO Marcelo D’Arienzo. “E o México despontou com uma característica interessante: tem uma população bem menor que a brasileira e importa quase o mesmo volume de vinhos”, disse o executivo, reforçando ainda a falta de grandes players de e-commerce no país. “Não encontramos, nos diversos canais oferecidos ao consumidor mexicano, condições tão boas quanto temos no Clube Wine. Então vamos oferecer, por meio de aplicativo, os benefícios que caracterizam nossa relação com os assinantes aqui no Brasil”, afirmou. A modalidade de entrada será semelhante à Essenciais, que corresponde a quase metade das 281 mil assinaturas que a Wine possui hoje.

A empresa, que já está operando no México com um time local, irá aproveitar a Black Friday para impulsionar as vendas. O otimismo é tanto que o próprio CEO está de viagem para lá, onde a Wine lançará também uma revista nos moldes da que oferece a seus assinantes brasileiros. A princípio, ela será feita em paralelo. Depois, a ideia é unificar os conteúdos e ofertas, o que permitirá ganho de escala nas negociações com fornecedores. D’Arienzo não descarta a abertura de lojas físicas. “Embora seja ávido por aplicativos, o consumidor mexicano também é gregário e valoriza a experiência de visitar o ponto de venda. Ele nos dirá o que é mais relevante para atender suas necessidades”, afirmou o CEO. Os resultados financeiros da Wine no 3T21 foram divulgados às 18h00 da terça-feira (16).


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?




Sobre o autor

Celso Masson, 53, é jornalista, diretor de núcleo da Editora Três, winemaker e palestrante de vinhos. Nos últimos dez anos, vem estudando e acompanhando a produção, os negócios e os prazeres do mundo da enologia. Se formou winemaker após integrar um exigente programa oferecido pela Escola do Vinho Miolo. Já tem três rótulos produzidos em parceria com a inovadora vinícola brasileira.


Mais colunas e blogs


Mais posts

Ver mais

Copyright ©2021 - Três Editorial Ltda.
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento: A Três Comércio de Publicações Ltda., empresa responsável pela comercialização das revistas da Três Editorial, informa aos seus consumidores que não realiza cobranças e que também não oferece o cancelamento do contrato de assinatura mediante o pagamento de qualquer valor, tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A empresa não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças.