Windows faz 35 anos

Windows faz 35 anos

Tecnicamente, ele é um millenial, aquela turma nascida mais ou menos entre 1982 e 1996. O Windows, sistema operacional mais utilizado no planeta – 76,3% em outubro, segundo o StatCounter –, acaba de fazer 35 anos.

Foi lançado dia 20 de novembro de 1985. Ele trazia poucas ferramentas. Um processador de texto, uma solução gráfica (Paint), um joguinho de tabuleiro chamado Reversi… Chegou ao mercado por US$ 100.

Inspirado em soluções da Apple, o Windows foi decisivo para simplificar a relação entre o usuário comum e o computador pessoal. Isso porque ele permitia uma usabilidade por ‘janelas’ em vez de exigir a digitação de complexos comandos, como acontecia até então.

(Nota publicada na edição 1199 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Mais posts

Teste: quem é o idiota?

Opção A) Alguém que faz negócios com a China. Opção B) Alguém que briga com a China. Elon Musk – o cara mais rico do planeta – escolheu a primeira alternativa. A Tesla, empresa de veículos elétricos fundada por ele, informou na segunda-feira (18) que começou a entregar seus utilitários esportivos Modelo Y, fabricados em […]

Banir o extremista é antidemocrático?

Aparentemente não. Vetar o hoje bozo global Donald Trump no Twitter e em outras plataformas de redes sociais parece ter sido eficaz em [...]

Ranking de servidores seguros

Aqueles que usam tecnologia de criptografia para transações na internet (para cada 1 milhão de habitantes). Fabio X (Nota publicada na [...]

Lição de inovação na nova Champs-Élysées

Inovar e ser disruptivo serão nossos mantras eternos, independentemente da área de atuação. No mundo do urbanismo e da reconfiguração [...]

WhatsApp recua e alavanca concorrentes

Protestar em redes cada vez mais tem seus efeitos. O WhatsApp, por exemplo, sentiu o golpe. Depois de informar que mudaria sua política [...]
Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.