Giro

WhatsApp comemora 12 anos e os seus números não param de crescer

Crédito: Reorodução/Pexel

O serviço comemora agora 12 anos e revelou os seus números parecem não parar de crescer, com cada vez mais usuários e uma utilização crescente. (Crédito: Reorodução/Pexel)

Os últimos meses têm sido complicados para o WhatsApp e para o serviço que presta aos usuários. A mudança das regras que quer impor tem levado os usuários a abandonar o aplicativo e assim procurar outros serviços.

É neste clima de desconfiança e de aparentes problemas que WhatsApp revelou um marco importante. O serviço comemora agora 12 anos e revelou os seus números parecem não parar de crescer, com cada vez mais usuários e uma utilização crescente.

+ WhatsApp solicita aval do Banco Central para realizar pagamentos no app

A mudança na Política de Privacidade tem sido uma verdadeira dor de cabeça para o WhatsApp. Ao revelar que vai passar a partilhar dados com as empresas da sua vertente Business, acabou por criar uma verdadeira fuga de usuários. Estes recusam-se a aceitar as novas regras.

Mesmo com esta onda negativa, o WhatsApp veio agora revelar que está comemorando o seu 12.º aniversário. Além deste momento, o serviço revelou ainda no mesmo tweet vários números importantes e que mostram como o serviço tem crescido.

Assim, e do que é possível ver, o WhatsApp revelou também que tem já mais de 2 bilhões de usuários ativos mensalmente, que enviam 100 bilhões de mensagens e fazem mais de 1 bilhão de chamadas todos os dias.

Para tentar controlar um pouco o problema que tem em mãos, houve ainda espaço para um recado aos utilizadores que ainda estão no WhatsApp. O serviço reforçou que está e continua empenhado na privacidade com criptografia ponta a ponta. Esta é uma das maiores críticas.

O WhatsApp foi criado em 2009, por Brian Acton e Jan Koum, que entretanto abandonaram a empresa. Esta acabou sendo vendidaa ao Facebook em 2014, por 16 bilhões de dólares. Desde então a desconfiança da privacidade e as críticas começaram.

Estes números mostram que o WhatsApp está numa posição única na Internet e no mercado das apps de comunicação. Mesmo com muitos usuários optando por abandonar o aplicatico e escolher outras propostas, a verdade é que este continua com taxas de utilização muito elevadas.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel