Negócios

Wall Street fecha em alta expressiva com impulso da Apple

Wall Street fecha em alta expressiva com impulso da Apple

Operadores trabalham no salão da Bolsa de Valores de Nova York



Por Amruta Khandekar e Noel Randewich

(Reuters) – Wall Street encerrou a sessão em alta expressiva nesta terça-feira, impulsionado por Apple, Tesla e outras ações de megacapitalização depois que fortes vendas no varejo em abril aliviaram preocupações com a desaceleração do crescimento econômico.

O índice S&P 500 fechou em alta de 2,02%, a 4.088,85 pontos. O Dow Jones subiu 1,34%, a 32.654,59 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançou 2,76%, a 11.984,52 pontos.

Dez dos 11 principais setores do índice S&P 500 avançaram, com financeiro, materiais, consumo discricionário e tecnologia todos subindo mais de 2%. Investidores ficaram animados com dados que mostraram um aumento de 0,9% nas vendas no varejo dos EUA em abril, conforme consumidores compraram veículos motorizados em meio a uma melhoria na oferta e frequentaram restaurantes.[nZON005M6E] Os recentemente combalidos papéis da Microsoft Corp, Apple Inc, Tesla Inc e Amazon avançaram entre 2% e 5,1% e impulsionaram o S&P 500 e o Nasdaq. Outro conjunto de dados econômicos mostrou que a produção industrial nos EUA acelerou 1,1% no mês passado, acima das estimativas de 0,5% e do avanço de 0,9% em março. [nZON005M6M] “Isso é consistente com um crescimento econômico contínuo no segundo trimestre e não com uma recessão em andamento”, disse Bill Adams, economista-chefe do Comerica Bank em Dallas.



tagreuters.com2022binary_LYNXNPEI4G13S-BASEIMAGE






Tópicos

Updated