Giro

Voos entre Brasil e França suspensos até 19 de abril

Crédito: AFP

O primeiro-ministro francês, Jean Castex, fala na Assembleia Nacional da França, em Paris, em 13 de abril de 2021 - AFP (Crédito: AFP)

Os voos entre França e Brasil permanecerão suspensos até 19 de abril, segundo um decreto publicado nesta quarta-feira (14) no Diário Oficial francês, enquanto o governo de Paris estuda soluções para repatriar seus cidadãos bloqueados.

“Devido à situação de saúde no Brasil (…) as viagens de pessoas procedentes deste país para o território da República, exceto aquelas necessárias ao transporte de mercadorias, estão proibidos até 19 de abril 2021 às 0H00”, afirma o decreto.

Neymar diz que renovação com PSG “não é mais assunto”

Produção industrial da zona do euro cai em fevereiro e apaga ganhos do mês anterior

A respeito dos cidadãos franceses bloqueados no Brasil, o governo informou que está examinando soluções para para repatriá-los, em “voos particulares ou indiretos”.

“Nossos cidadãos têm o direito constitucional de retornar ao nosso território”, afirmou o secretário de Estado para Assuntos Europeus, Clément Beaune.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

A suspensão dos voos entre os dois países foi anunciada na terça-feira pelo primeiro-ministro, Jean Castex, devido à situação sanitária no Brasil, que é cada vez mais grave desde fevereiro, devido à detecção de uma nova variante do coronavírus, conhecida como P1, considerada mais contagiosa e perigosa.

Embora na França esta variante continue sendo minoritária (menos de 5% dos contágios), os profissionais da saúde alertam há alguns dias para a propagação da cepa e a oposição exigia que o governo suspendesse os voos com o Brasil.

Até agora, os viajantes procedentes do Brasil – como de outros países – deveriam apresentar um teste PCR negativo para entrar na França e deveriam comprometer-se a respeitar um isolamento de sete dias.

Questionado pela AFP, o ministério das Relações Exteriores do Brasil afirmou que este tipo de restrição adotada por alguns países por causa das novas variantes do coronavírus “tem atingido não apenas o Brasil, mas também países como Reino Unido, África do Sul e Japão”.

“Trata-se do mesmo critério que justifica a proibição, atualmente vigente, de ingresso no Brasil de voos oriundos do Reino Unido e da África do Sul”, acrescentou.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel