Agronegócio

Volume exportado de soja em junho cai 8,5% ante junho de 2021 a 10,1 milhões de t



São Paulo, 1 – O Brasil exportou em junho 10,128 milhões de toneladas de soja, volume 8,5% menor do que os 11,066 milhões de toneladas embarcados ao exterior em igual mês do ano passado. Na comparação com maio, quando o País enviou 10,633 milhões de toneladas de soja para o exterior, a queda foi de 4,7%. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia no período da tarde desta sexta-feira, 1º de julho, e consideram 21 dias úteis.

A receita com as vendas externas de soja subiu 22,8% em relação a junho de 2021, atingindo US$ 6,35 bilhões, ante US$ 5,17 bilhões há um ano. Na comparação com maio deste ano, quando foi registrada receita de US$ 6,56 bilhões com os embarques da oleaginosa, o faturamento caiu 3,2%.

Os volumes exportados de soja estão abaixo do ano passado devido à quebra de safra no País por adversidades climáticas, apesar de os preços internacionais elevados terem permitido aumento da receita na comparação anual.

No acumulado do ano, os embarques totalizaram 53,151 milhões de toneladas (-7,6%) e US$ 30,50 bilhões (+23,7%).




O preço médio pago por tonelada de soja em junho, de US$ 627,00, superou em 34,1% o valor de um ano atrás, de US$ 467,50 por tonelada. Na comparação com o valor médio pago por tonelada em maio, de US$ 617,70, houve aumento de 1,51%.