Economia

Volume de serviços sobe 5% em junho ante maio, mas cai 12,1% ante junho de 2019

Crédito: Agência Brasil

Serviços: queda acentuada sobre mesmo período do ano passado (Crédito: Agência Brasil)

O volume de serviços prestados subiu 5,0% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços, informou nesta quinta-feira, 13, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês anterior, o resultado do indicador foi revisto de uma queda de 0,9% para recuo de 0,5%.

Indicador de Incerteza cai 2,2 pontos em agosto, mostra prévia da FGV

Brasil pode ganhar R$ 2,8 trilhões com ‘economia verde’

O resultado de junho ficou acima da mediana de alta de 4,35% das estimativas na pesquisa do Projeções Broadcast. O intervalo ia de 2,34% e 15,90%.

Na comparação com junho do ano anterior, houve redução de 12,1%, já descontado o efeito da inflação. Neste caso, o dado ficou menos negativo que o recuo de 12,35% da mediana das expectativas, de retração de 14,30% a 3,60%.

A taxa acumulada no ano foi de redução de 8,3%. Em 12 meses, os serviços acumulam queda de 3,3%.

A receita bruta nominal do setor de serviços subiu 2,5% em junho ante maio. Na comparação com junho de 2019, houve recuo de 12,1% na receita nominal.

Veja também

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

IBGE junho serviços