Edição nº 1150 09.12 Ver ediçõs anteriores

Volta ao topo

Volta ao topo

A Amazon voltou a ser a empresa mais valiosa do planeta. Na segunda-feira 7, a varejista americana comandada por Jeff Bezos viu suas ações subirem 3,44% e, com isso, ultrapassar o valor de mercado da Microsoft. A empresa de Seattle terminou o dia avaliada em US$ 797,1 bilhões contra US$ 783,5 bilhões da desenvolvedora do Windows.

(Nota publicada na Edição 1103 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Microsoft apoia empreendedorismo feminino no Brasil

As mulheres ainda não têm presença marcante no empreendedorismo digital – e isso não é segredo para ninguém. Elas são apenas 15,7% dos [...]

Celular, o preferido dos americanos para notícias

Cada vez mais usuários de internet leem notícias pelo smartphone, em detrimento de desktop e laptop. Pelo menos entre os [...]

Tubi, na Amazon

A plataforma de streaming de video Tubi agora está disponível nos dispositivos Amazon Echo Show. Claro, por enquanto, nos EUA. É o primeiro serviço de vídeo gratuito (financiado por anúncios) oferecido no streaming da Amazon. Agora, o usuário americano manda o Alexa – comando de voz do mega e-commerce – passar o filme. O Tubi […]

Sustômetro

O guia Mozilla dos dispositivos mais “assustadores” começa com esta pergunta: “O quão assustador (creepy) é aquele alto-falante [...]

Os brasileiros e os influenciadores digitais

A julgar por pesquisa realizada pela Spark, empresa de marketing de influência, em parceria com o Instituto Qualibest, de pesquisas [...]
Ver mais