Giro

Você sabe por que brindamos antes de beber? Entenda!

Crédito: Reprodução/Pexels

Esse gesto de levantar os copos e batê-los uns nos outros parece quase um cumprimento — e é mais ou menos por isso que ele foi criado. (Crédito: Reprodução/Pexels)

Quem nunca brindou com seus amigos antes de tomar uma dose de tequila na balada (ai, que saudade!) ou mesmo antes de tomar qualquer bebida, em comemorações diversas? Esse gesto de levantar os copos e batê-los uns nos outros parece quase um cumprimento — e é mais ou menos por isso que ele foi criado.

A teoria mais aceita para a origem do brinde diz que, nos tempos mais remotos, todas as pessoas bebiam no mesmo recipiente. Quando o costume se tornou cada um ter o seu, bater os copinhos todos juntos no centro da roda era uma forma de celebrar essa mesma união.

+ ‘Bebida eufórica’ promete ser melhor que o álcool para socialização

Além do brinde, algumas pessoas costumam de bater o copo no balcão ou na mesa, antes de levá-lo à boca — enquanto outras fazem mais um gesto com o copo, além do brinde em si, mas sem bater. Esses gestos vêm da tradição de “deixar um gole para o santo”.



Antigamente (e até hoje, em alguns lugares) as pessoas literalmente derramavam um pouco da bebida no chão para deixar “o gole do santo”. Aí o santo de cada um depende, né… mas diz a lenda que essa ideia surgiu na antiguidade: as pessoas derramavam um gole de bebida como forma de homenagear as pessoas queridas que estariam bebendo com elas, mas morreram.

A partir disso, o costume foi mudando para uma simples batida com o copo na mesa — uma forma de lembrar dos saudosos colegas sem desperdiçar bebida . Mas outra teoria diz que a razão para esse costume não é tão mórbida: bater o copo na mesa ou fazer outro gesto com ele seria apenas uma forma de agradecer ao garçom que lhe serviu. Uma terceira história diz que bater o copo na mesa é uma tradição irlandesa, para afastar espíritos da bebida.

De qualquer modo, mesmo que o garçom não entenda a batida de copo como agradecimento, o pessoal do bar vai curtir o chão mais limpo, sem “o gole do santo”. E você: tem algum desses costumes? Conte para a gente nos comentários!

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km