Giro

Viúva de Marielle cobra explicações sobre morte de miliciano


A viúva da vereadora Marielle Franco (PSOL), Mônica Benício, cobrou neste domingo (9) providências do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, após a divulgação da morte de Adriano Magalhães da Nóbrega, apontado como chefe da milícia “Escritório do Crime”, suspeita de envolvimento no assassinato da parlamentar, em março de 2018.

Ao compartilhar a notícia da morte de Nóbrega no Instagram, ela escreveu “Moro, cadê o Queiroz?”, em referência a Fabrício Queiroz, amigo de Nóbrega e ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).