Geral

Vítima do atirador em escola de Goiânia fica paraplégica

A adolescente Isadora de Moraes, de 14 anos, baleada no colégio Goyases na sexta-feira, 21, ficou paraplégica devido uma lesão na medula espinhal, informou o Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO).

Segundo o último boletim médico do hospital, divulgado nesta quarta-feira, 25, a garota está em estado de saúde regular, consciente e respira sem ajuda de aparelhos.

Em nota, o Hospital HUGO afirmou que a jovem continua internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sem previsão de alta.

“A adolescente apresenta uma lesão na medula espinhal, no nível da 10ª vértebra da coluna torácica, que comprometeu os movimentos dos membros inferiores de forma definitiva. A paraplegia já havia sido diagnosticada no dia de sua admissão, mas não informada até então a pedido de familiares”, explica a nota.

Esperança

Nesta terça-feira, 24, foi realizado um culto ecumênico em homenagem às vítimas da tragédia que atingiu a escola. O local foi palco de um ataque a tiros na sexta-feira, 20, que deixou dois alunos mortos e quatro feridos.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?