Geral

Violência contra mulher aumenta 64% em São Paulo

Crédito: Arquivo Agência Brasil

O número de pessoas vítimas de violência doméstica passou de 50 mil em 2016 para 83 mil em 2019, na cidade de São Paulo, diz pesquisa (Crédito: Arquivo Agência Brasil)

Os casos de violência doméstica aumentaram 64% nos últimos três anos na capital paulista. As informações são do Mapa da Desigualdade, realizado pela Rede Nossa São Paulo, e divulgado nesta quinta-feira (29). O número de mulheres vítimas de violência doméstica passou de 50 mil, em 2016, para 83 mil em 2019.

A pesquisa também relevou em quais distritos da cidade há maior incidência de casos registrados. As regiões da Sé, Barra Funda, Brás e Pari são as que possuem maior coeficiente de mulheres vítimas de violência na cidade. Nesses distritos, as agressões – física, psicológica, ameaças, violência sexual e patrimonial – ocorrem 7,6 vezes mais do em Marsilac, Vila Andrade, Alto de Pinheiros e Perdizes.

+ Fux abre fórum de combate à violência contra a mulher

+ Crime de violência contra a mulher aumentou 10% na quarentena

Segundo dados obtidos pelo R7, a partir da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), 63% dos casos de violência contra a mulher ocorrem dentro da residência e 37%, em espaços públicos, sejam terminais de transporte, rodovias, comércios e restaurantes.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago