Giro

Vietnã intensifica luta contra tráfico de pangolins

Vietnã intensifica luta contra tráfico de pangolins

Tran Van Truong, guarda em um parque nacional, segura um pangolim, em 14 de setembro de 2020, em Ninh Binh, no Vietnã - AFP

O Vietnã está intensificando a luta contra o tráfico de pangolins, o mamífero mais caçado do mundo, suspeito de ter desempenhado um papel na transmissão do novo coronavírus aos humanos.

Nos primeiros seis meses de 2020, as prisões de traficantes de animais silvestres, principalmente de pangolins, aumentaram consideravelmente, segundo a ONG Educação para a Natureza no Vietnã (ENV).

Centenas de milhares de pangolins são vendidos ilegalmente na Ásia

Cientistas independentes associam coronavírus ao tráfico de pangolins

Pelo menos 97% dos casos detectados pelas autoridades resultaram em prisões, em comparação com uma média de 87% nos anos anteriores. As apreensões estão aumentando significativamente.

“O Vietnã fez grandes avanços” no combate a esse crime, “fortalecendo seu arsenal legislativo”, disse a organização.

Em 2018, o país revisou uma lei de proteção de espécies ameaçadas que aumenta as penalidades. Agora, este crime pode levar a penas de até 15 anos de prisão e a multas de mais de 550.000 euros (cerca de US$ 642.000).

O Vietnã é um centro de consumo e tráfico ilegal de animais selvagens na Ásia, como pangolins, elefantes, tigres e ursos.

Na medicina tradicional chinesa, existe a crença de que as escamas do pangolim atuam na artrite, úlceras, tumores e dores menstruais, virtudes que nunca foram cientificamente comprovadas.

Entre 2014 e 2018, o equivalente a 370.000 pangolins foram apreendidos em todo mundo, o que sugere que milhões deles foram traficados e mortos, de acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime.

Tran Van Truong, guarda de um parque nacional perto de Ninh Binh, no norte do país, lembra-se de ter encontrado mais de 100 deles amarrados em um saco, a maioria “mortos por esgotamento”. Sua organização conseguiu salvar 2.000 deles nos últimos seis anos.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”

+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?