Edição nº 1143 21.10 Ver ediçõs anteriores

Vida após a morte

Vida após a morte

Os brasileiros estão cada vez mais dispostos a garantir a segurança financeira da família em caso de morte. Tanto é que a Prudential do Brasil, maior empresa de seguros de vida no mercado, registrou um aumento de 21% no primeiro semestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2018, atingindo o montante de
R$ 1,2 bilhão de prêmios emitidos. O capital segurado alcançou R$ 372,7 bilhões, alta de 22,7%. “O ano tem sido muito especial para a Prudential. Lançamos projetos importantes para a companhia, que ampliam o fortalecimento da marca, aproximam de novos públicos e fortalecem a experiência com os clientes por meio de soluções digitais com a modernização de sistemas e processos”, disse a vice-presidente de Finanças da Prudential, Thereza Moreno.

(Nota publicada na Edição 1139 da Revista Dinheiro)


Mais posts

A fábrica de inovação da Visa

As peças de Lego espalhadas sobre a mesa de reunião dão a entender que a empresa recebeu a visita dos filhos dos funcionários. Nada [...]

A alegria dos juros baixos

O Banco Inter, do CEO João Vitor Menin, filho caçula de Rubens Menin, da MRV, está sorrindo à toa com a queda dos juros. A avaliação é [...]

O peso da saúde

Não é só no bolso dos trabalhadores que pesa o custo dos convênios médicos. Principal benefício oferecido pelas empresas a seus empregados, o plano de saúde representa 13,1% em média da folha de pagamento da indústria brasileira. Pesquisa inédita do Serviço Social da Indústria (Sesi), realizada pela FSB Pesquisa, para averiguar a realidade e os […]

Novo comando na VLI

Uma das maiores empresas de logística do País, com faturamento R$ 5,5 bilhões no ano passado, terá um novo comandante. A partir do [...]

A aposta segura de Neeleman

O empresário David Neeleman (foto à dir.), fundador da Azul Linhas Aéreas e sócio da portuguesa TAP, segue apostando parte de sua [...]
Ver mais