Negócios

Victoria’s Secret pode cancelar seu show anual e repensar estratégia da marca

Diante de declínio de vendas e fechamentos em massa de lojas, CEO da Victoria's Secret admite que fará mudanças, a começar pelo show anual da marca, que não será mais transmitido na TV

Victoria’s Secret pode cancelar seu show anual e repensar estratégia da marca

Modelos no desfile da Victoria's Secret em Nova York, em 8 de novembro de 2018 - AFP/Arquivos

O icônico Victoria’s Secret Show pode estar com seus dias contados. Em comunicado para a imprensa o CEO da empresa Les Wexner, declarou que a marca vive um momento de repensar diversas questões, do seu célebre show até as operações. Ele também afirmou que em 2019, o evento anual da empresa, com suas “angels” desfilando, não será mais transmitido na TV.

No ar desde 1999, o Victoria’s Secret Fashion Show se tornou um marco na indústria por ser um desfile descontraído, com músicas ao vivo e o fantasy bra, uma peça única desenvolvida especialmente para o evento. Porém sob a justificativa de uma mudança nos hábitos digitais, a empresa disse que o evento deste ano não será transmitido na televisão e a data do desfile também não foi confirmada.

“A partir de 2019 vamos focar em desenvolver conteúdos dinâmicos e um novo tipo de evento – para nossos clientes e as plataformas em que eles estão conectados de maneiras que irão desbravar barreiras da moda na era global”, disse o comunicado.

A empresa também vem sofrendo com quedas de receitas, e declarou em fevereiro que pretende fechar 53 lojas nos Estados Unidos. Além disso, a marca sofreu com queda de 3% em suas vendas nos últimos trimestre do ano passado em relação ao mesmo período do ano anterior. Além disso, a marca vem recebendo reclamações sobre a queda da qualidade de seus produtos.

Muitos analistas culpam o declínio das vendas e da popularidade da marca ao seu discurso, ainda muito focado no conceito de sexy atrelado a suas modelos, com padrões de beleza irreal. Em um momento em que o feminismo e a luta pela aceitação do próprio corpo ganham cada vez mais destaque, a posição da Victoria’s Secret se mostra atrasada, o que vem refletindo em suas vendas. Uma mudança de postura pode recolocar a maior marca de lingerie (ou pelo menos a mais conhecida) do mundo, de volta aos trilhos.