Economia

Vendas no varejo no Reino Unido caem 0,3% em janeiro em meio ao início do Brexit

As vendas no varejo do Reino Unido registraram queda de 0,3% em janeiro, depois de registrarem o declínio mensal mais rápido em mais de cinco anos em dezembro, de acordo com dados oficiais divulgados nesta sexta-feira pelo Escritório para Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês). Este foi o terceiro mês consecutivo de queda. O resultado contrariou a previsão dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, que esperavam avanço de 1,0%.

Na comparação anual, porém, as vendas no varejo cresceram 1,5% em janeiro no país, o menor ritmo de expansão em mais de três anos e bem abaixo da expectativa dos analistas, de alta de 3,4%. O dado de dezembro foi revisado de -1,9% para -2,1%, a maior retração mensal desde maio de 2011.

O declínio nas vendas no varejo pode significar uma desaceleração para a economia britânica impulsionado por menor consumo da população e chega em um momento crucial para os conservadores, que devem ficar mais cautelosos em meio ao início do processo de saída do país da União Europeia até o final de março. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?