Economia

Vendas no varejo na China se recuperam desde março, diz Ministério do Comércio

As vendas no varejo na China têm se recuperado desde março, conforme o país realiza progressos para conter o coronavírus e os negócios começam a reabrir, afirmou nesta quinta-feira o Ministério do Comércio. As receitas de 5 mil importantes varejistas pesquisadas melhoraram em março e isso continuou a ocorrer em abril, afirmou o porta-voz da pasta Gao Feng, em entrevista coletiva.

A China deve divulgar o dado mensal de vendas no varejo nesta sexta-feira. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal projetam queda de 8,0% em março, na comparação anual. Gao foi questionado sobre relatos de que o Japão e os Estados Unidos oferecem incentivos a companhias para que deixem a China, mas o porta-voz disse que não tem havido, nem haverá, um grande êxodo de investimento estrangeiro, embora tenha notado com as companhias do exterior tenham sido afetadas pela pandemia.

Mais de dois terços das companhias estrangeiras na China recuperaram 70% de sua capacidade de produção até meados de abril, enquanto o mercado chinês continua atraente para investidores estrangeiros, argumentou o porta-voz. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel