Economia

Vendas no varejo e produção industrial caem na China em abril



As vendas no varejo na China recuaram 11,1% na comparação anual de abril, informou nesta segunda-feira o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, pela sigla em inglês). A contração superou a expectativa de economistas consultados pelo The Wall Street Journal, que esperavam queda de 5,4%. O resultado também foi pior do que o apurado em março, negativo em 3,5%.

A produção industrial da China também caiu em abril, com recuo de 2,9% na comparação anual. O dado foi inferior ao crescimento de 1,0% previsto pelo mercado e à expansão de 5,0% vista em março.

Por sua vez, o investimento em ativos fixos aumentou 6,8% no período de janeiro a abril, desacelerando em relação ao ritmo de 9,3% registrado no primeiro trimestre. Economistas esperavam alta de 7,2% no critério na comparação interanual.

Por fim, o desemprego urbano subiu para 6,1%, um pouco abaixo da alta histórica de 6,2% registrada em fevereiro de 2020, quando a economia do país foi atingida pelos surtos iniciais de Covid-19. Fonte: Dow Jones Newswires.