Economia

Vendas de veículos novos recuam 28,4% em julho ante julho de 2019, diz Anfavea

As vendas de veículos novos no País caíram 28,4% em julho, no comparativo com o mesmo mês de 2019, mas continuam mostrando uma retomada na margem. No mês passado, os emplacamentos de carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus chegaram a 174,5 mil unidades, um número ainda inferior ao volume do pré-crise, porém 31,4% maior do que o total comercializado em junho.

Os números foram divulgados nesta sexta-feira, 7, pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a entidade que representa as montadoras instaladas no Brasil.

“É o melhor resultado desde o início da pandemia”, destacou o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, ao comentar o balanço.

De janeiro a julho, os brasileiros compraram 983,3 mil veículos novos, o que representa uma queda de 36,6% em relação aos sete primeiros meses de 2019.

No segmento de carros de passeio e utilitários leves, como picapes e vans, as vendas caíram 29,8% na comparação com julho de 2019, mas subiram 33,1% em relação a junho, chegando a 163,4 mil unidades no mês passado.

As vendas de caminhões somaram 9,5 mil unidades, com alta de 6,7% no comparativo anual e de 6,5% em relação a junho, enquanto os emplacamentos de ônibus, de 1,5 mil unidades no mês passado, recuaram 15,9% no comparativo anual, mas avançaram 42,5% sobre junho.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

Anfavea julho vendas