Economia

Vendas de moradias da China sobem 0,4% entre janeiro e julho; é a 1ª alta em 2020

As vendas de moradias na China tiveram expansão de 0,4% entre janeiro e julho ante igual período do ano passado, à medida que a segunda maior economia do mundo se recupera da pandemia de coronavírus, segundo dados do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país. Trata-se do primeiro resultado positivo neste ano. No primeiro semestre, as vendas acumulavam queda de 2,8% na comparação anual.

Já os investimentos no desenvolvimento de projetos imobiliários tiveram expansão anual de 3,4% nos primeiros sete meses de 2020, após subirem 1,9% na primeira metade do ano.

As construções iniciadas – considerando-se tanto residências quanto propriedades comerciais – diminuíram 4,5% no confronto anual do período de sete meses. No primeiro semestre, porém, o recuo anual neste segmento havia sido mais intenso, de 7,6%.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel