Economia

Venda de livros pela internet cresce 44% durante a pandemia

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Pesquisa mostra que no ano passado foram realizadas 14,2 milhões de compras de livros físicos e ebook pelo comércio eletrônico (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

A venda de livros físicos e ebook pela internet apresentou crescimento de 44% no ano passado na comparação com o ano anterior. O resultado reflete o isolamento social causado pela pandemia da cavid-19.

Segundo a Folha de S.Paulo, pesquisa realizada pela Neotrust/Compre&Confie mostra que em 2020 foram realizadas 14,2 milhões de compras de livros pelo comércio eletrônico.

+ Spotify divulga músicas, artistas e podcasts mais tocados em 2020

O faturamento, no entanto, não acompanhou o crescimento expressivo nas vendas e a receita atingiu alta de 4%, com R$ 2,1 bilhões. O tíquete médio recuou de R$ 203,38 para R$ 147,23, queda de 28% na comparação com outros anos.



As mulheres lideram o ranking e representam 59% dos compradores. A faixa etária que mais adquiriu livros no último ano variava entre 36 e 50 anos, responsáveis por 37% dos pedidos.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago