Economia

Veja aqui: WTTC destaca 4 tendências para a retomada do turismo

Crédito: Arquivo / IstoÉ Dinheiro

O estudo destaca quatro tendências para as empresas desenvolverem os próximos anos (Crédito: Arquivo / IstoÉ Dinheiro)

A pandemia da covid-19 afetou diversos setores da economia, mas o turismo tem enfrentado um dos piores cenários com o fechamento de fronteiras e cancelamento de diversos voos. O World Travel and Tourism Council (WTTC), conselho global que representa o setor, e a consultoria Oliver Wyman elaboraram um relatório com as perspectivas para a retomada deste segmento.

O documento destaca quatro tendências para as empresas desenvolverem nos próximos anos. Para a presidente e CEO do WTTC, Gloria Guevara Manzo, essas linhas de atuação podem dar uma direção de como o setor deve se estruturar para a sua recuperação de maneira global. Ela ressaltou ainda que o momento deve servir de aprendizado para as empresas que devem pensar em como reduzir o impacto econômico e humano.

+ Plataforma de conexão para o turismo vence competição de inovação
+ Só teremos um ano cheio no turismo novamente em 2023, diz presidente da CVC

A entidade projeta que mais de 90% da população global se adaptou à vida sob restrições de viagens e algumas pessoas permanecem com medo de viajar por conta do coronavírus. A pesquisa revela que 121 milhões de empregos em viagens e turismo no mundo podem ser perdidos por conta da pandemia. Isso representa cerca de US$ 3,4 trilhões do PIB global. A cifra pode chegar a 197 milhões de empregos até o final do ano.

Conheça essas tendências a seguir.

Evolução da demanda

As preferências e comportamentos dos viajantes mudaram em direção ao familiar, previsível e confiável. Segundo o relatório, férias nacionais e regionais e o ar livre serão os principais destinos no curto prazo.

“Será vital, no entanto, garantir o estímulo da importantíssima recuperação das viagens internacionais. O setor de viagens e turismo tem uma oportunidade única de repensar os modelos de negócios predominantes”, diz o texto.

Saúde e higiene

Para o WTTC, as experiências pessoais, conselhos de especialistas e preocupações com o distanciamento irão orientar o comportamento do consumidor no curto a médio prazo. A entidade afirma que as empresas terão que garantir a implementação desses protocolos o mais rápido possível.

“Nesse contexto, confiança, comunicação abrangente e o fluxo de informações precisas, entre viajantes e funcionários, empresas e fornecedores, será um dos principais motores da recuperação do setor”.

Inovação e digitalização

A pandemia tem sido um catalisador para a digitalização de diversos processos. De acordo com a WTTC, os consumidores estão esperando tecnologias sem contato, incluindo biometria, como um pré-requisito básico para uma experiência de viagem segura.

“Embora a digitalização ofereça oportunidades tremendas, são necessárias precauções para garantir que os funcionários e as comunidades locais não são deixadas para trás”, alerta. 

Sustentabilidade

As pessoas estão mais preocupadas com a sustentabilidade social, ambiental e institucional. De acordo com o relatório, as empresas serão, cada vez mais, cobradas por seu histórico ambiental e apoio à diversidade e inclusão.

“Dada a alta participação de mulheres, minorias e jovens em comparação com outros setores, o turismo tem um diferencial para envolver grupos vulneráveis. É a hora de o setor acelerar as mudanças significativas que farão uma diferença duradoura”, completa.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?