Economia

Veja 6 dicas do que não fazer ao usar o sistema Pix

Crédito: Divulgação / BCB

Veja alguns cuidados que devem ser adotados ao usar a plataforma (Crédito: Divulgação / BCB)

Lançado em novembro, o Pix, novo sistema de pagamentos do Banco Central, já caiu nas graças dos brasileiros. Mas, ainda há dúvidas sobre como fazer a transferência de maneira segura. Veja alguns cuidados que devem ser adotados ao usar a plataforma.

1 – Aplicativo do banco

Todos os pagamentos do Pix devem ser feitos no aplicativo do banco ou instituição financeira de cada usuário. Ao acessar o seu aplicativo de costume, com login e senha, o usuário se protege de fraudes. Se receber uma página externa da Web ou app de terceiros desconfie e não forneça os seus dados.

+ Entenda o Pix e como ele pode facilitar sua vida
+ Quanto dinheiro posso transferir pelo Pix?

2- Dados do cartão de crédito

O Pix não requer o uso dos dados do seu cartão de crédito para realizar uma transferência. Os pagamentos estão associados às contas bancárias, então, o único dado que precisa ser fornecido para uma transferência é a sua chave cadastrada. A solicitação de outras informações é um indicador de fraude.



3 – QR Codes

É importante se atentar ao escanear um QR Code. Na internet há códigos maldosos que podem baixar malwares no seu aparelho ou te redirecionar para páginas que possam coletar os seus dados. Confira as informações disponíveis e de onde vem o QR Code. Dados como nome e o valor de quem vai receber o pagamento são essenciais.

4 – Taxas pelas transferências do Pix

O Banco Central determinou que as pessoas físicas podem fazer até 30 transações do Pix isentas de cobrança de tarifas por mês. Ou seja, se o usuário estiver dentro das regras ele pode contestar a sua instituição financeira em caso de cobrança.

5 – Cadastramento de chaves

É possível usar o Pix em mais de uma instituição, só não é possível repetir a mesma chave. Você pode cadastrar o seu CPF como chave em um banco e o endereço de e-mail em outro. Também há a opção de fazer a portabilidade de chaves entre contas.

6 – Confira os dados

A forma mais simples de seguraça na hora de usar o Pix é conferir os dados. Não é possível desfazer uma transferência, então é muito importante que você tenha certeza que está transferindo para a pessoa certa. Após digitar uma chave, o Pix informa o nome completo do destinatário, confira a transação nesse momento.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel