Negócios

Valor: Vivara prepara IPO e pretende levantar R$ 1,5 bilhão

A companhia já contratou os bancos de investimentos Itaú BBA, Bank of America Merrill Lynch e XP Investimentos para estudar e estruturar o IPO

Crédito: Divulgação

Vivara: nos últimos três meses, em meio ao isolamento social, registrou aumento da venda de prata (Crédito: Divulgação)

Não é só nos Estados Unidos que vive grandes movimentações no mercado por conta da oferta inicial de ação de diversas novas empresas. O começa a viver momento similar, e vê empresas (não tão novas assim) se prepararem para seu IPO. Segundo o jornal Valor Econômico quem está seguindo esta direção é a joalheria Vivara.

Fundada em 1962 e atualmente com 250 funcionários, a empresa é um case de sucesso dentro do setor de luxo brasileiro por ter “popularizado” para a classe média artigos caros e antes restritos a uma pequena parcela da população.

Segundo a apuração do jornal, a companhia já contratou os bancos de investimentos Itaú BBA, Bank of America Merrill Lynch e XP Investimentos para estudar e estruturar o IPO. A expectativa é de que a oferta inicial aconteça ainda em outubro deste ano na B3, bolsa da valores de São Paulo. O plano é levantar R$ 1,5 bilhão com o movimento.

A Vivara pertence hoje a família Kaufman, que atua em outros segmentos, como no do imóveis, onde é dona da rede de decoração Etna.

Veja também

+ Pronampe: pedidos ao Sicoob somam R$ 500 mi em 1 dia, 41% do limite
+ Leilão tem Camaro por R$ 72 mil e Versa por R$ 22 mil
+ Gafanhotos: Bahia enfrenta nuvem de insetos
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança