Economia

Vai se aposentar em 2021? Veja o que muda nas regras de transição

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A regra de transição foi uma alternativa encontrada na reforma da Previdência para não afetar quem já estava para se aposentar (Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A reforma da Previdência completou um ano no mês passado e uma das mudanças que ela trouxe engloba as regras de transição, que são adaptações feitas para quem estava contribuindo no antigo modelo do INSS, mas ainda não está em tempo de se aposentar.

Essas transições no sistema de contribuição atingem os trabalhadores em tempo de aposentadoria e vão mudando suavemente até chegarem à regra base de 62 anos para mulheres e 65 anos para os homens, com tempo mínimo de contribuição de 30 anos e 35 anos, respectivamente.

+ INSS divulga calendário de pagamentos de benefícios em 2021
+ Novo fator previdenciário já está valendo; veja o que muda
+ INSS republica ato que prorroga suspensão de bloqueio por falta de prova de vida

Veja como ficam as principais mudanças para o ano que vem nos modelos de transição:



Sistema de pontos

Uma das mudanças para o ano que vem atinge a transição por sistema de pontos. Neste modelo de aposentadoria, o trabalhador precisa alcançar uma pontuação que soma a idade mais o tempo de contribuição. Para os homens ele está em 97 e para as mulheres está em 87, respeitando o tempo mínimo de contribuição, que é de 35 anos para homens e 30 anos para mulheres.

Na transição, os pontos vão aumentando em 1 ponto a cada ano até chegarem em 100 para as mulheres (o que deve acontecer até 2033) e 105 para os homens (em 2028). Para o ano que vem, ele já sobe para 88 pontos no caso das mulheres e 98 para os homens.

Tempo de contribuição + idade mínima

Na chamada transição por tempo de contribuição + idade mínima, que começa em 56 anos para mulheres e 61 para os homens, a transição vai subindo meio ponto a cada ano até que chegue em 62 anos (mulheres) e 65 anos (homens). Para entrar com o pedido de aposentadoria no ano que vem, as mulheres precisarão ter 57 anos e tempo mínimo de contribuição de 30 anos e os homens precisarão ter 62 anos com 35 anos de contribuição.

Aposentadoria por idade

Na transição por idade a reforma só atingiu as mulheres, já que para os homens a idade mínima continua sendo de 65 anos e para as mulheres começa aos 60 anos. Aqui, o período de aposentadoria por idade vai aumentando 6 meses a cada ano, até as mulheres atingirem 62 anos em 2023. A regra do tempo mínimo de contribuição por 15 anos para os dois gêneros segue normal.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel