Live da Dinheiro

“Vai acontecer uma revolução do crédito no Brasil”, prevê CEO da KeyCash

Crédito: Divulgação

No bate-papo, o executivo apontou os gargalos da população na busca por recursos para compra de imóveis (Crédito: Divulgação)

O executivo Paulo Humberg, sócio fundador da fintech KeyCash, participou da live da DINHEIRO, na segunda-feira, 26. Na entrevista, ele analisou o mercado de crédito imobiliário no Brasil e arriscou palpites em tendências: “vai acontecer [brevemente] um uma revolução no crédito no Brasil”.

No bate-papo, o executivo apontou os gargalos da população na busca por recursos para compra de imóveis. “Está secando o poço do dinheiro para financiamento imobiliário de longo prazo no país”, ressalta. Ainda na conversa, o CEO explicou como nasceu a ideia de viabilizar crédito com garantia em imóvel de forma ágil e rápida. “Sei como é difícil para os empreendedores conseguirem crédito no Brasil”, diz.

Chairman da gestora de venture capital KPTL, que administra cerca de R$ 1 bilhão e possui 53 empresas, Paulo Humberg avalia que diante da crise sanitária, por conta do coronavírus, aumentou a busca por empréstimos pessoais e imobiliário no país. Ele acredita que o seu negócio pode preencher esse espaço com um modelo independente.

+ “O Brasil precisa legalizar a cannabis medicinal”, afirma Patrícia Villela Marino

Os recursos para sustentarem e bancarem os empréstimos, conta ele, vem de fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCs). Segundo ele, o dinheiro tem salvado negócios de empreendedores que perderam receitas na crise. “São juros baixos que dão fôlego de até 20 anos para o dono do negócio se recuperar”, acredita.

Levantamento realizado pela KeyCash mostra que a empresa recebeu R$ 2 bilhões em simulações de negócios pela plataforma digital. Entre os perfis que mais solicitaram crédito, 45% são empreendedores; resultado que evidencia a dificuldade encontrada por quem precisa gerir o próprio negócio durante a pandemia.

Na sequência, aparecem os assalariados, com 17% das solicitações, seguidos dos trabalhadores autônomos, que representam 15%. Os números mostram que o brasileiro está compreendendo melhor os benefícios do crédito com garantia, ou seja, segundo ele, juros menores, mais tempo para pagar e parcelas que cabem no bolso.

Fundador do ShopTime, primeiro “e-commerce” brasileiro, em 1994, e do marketplace Lokau.com, em 1999, no início das transações via internet no país, Humberg, que também é sócio da gestora de venture capital A5 Capital Partners, enxerga oportunidades de expansão a partir da tecnologia em todos os segmentos imobiliários. Confira a entrevista completa a seguir:

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago