Ciência

Vacina de laboratório chinês será testada em voluntários da Argentina

Vacina de laboratório chinês será testada em voluntários da Argentina

Seringas em uma fábrica do grupo farmacêutico Sanofi em Val-de-Reuil, na França, em 10 de julho de 2020 - AFP/Arquivos

Um projeto de vacina contra a COVID-19 do grupo chinês Sinopharm será testado em sua fase 3 em voluntários da Argentina, anunciou o ministro da Saúde, Ginés González García, nesta sexta-feira (21).

“Estamos muito orgulhosos com essa conquista, na qual as partes se comprometeram em usar todo o esforço para que possamos avançar de forma conjunta e solidária para obter vacinas à disposição de nosso povo”, disse o ministro em ato público.

“Estamos ansiosos para o início do estudo para obter resultados e compartilhá-los”, acrescentou.

Há um mês, a Argentina anunciou que testaria em um grupo de voluntários a fase 3 do projeto de vacina dos laboratórios alemão BioNTech e americano Pfizer.

Além disso, a Argentina fez um acordo com o México para produzir milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford com a empresa farmacêutica britânica AstraZeneca para distribuição na América Latina caso passe da fase 3.

Com 44 milhões de habitantes, a Argentina acumula até esta sexta-feira quase 321.000 casos de COVID-19 e mais de 6.500 mortes.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel