Giro

Usuários criticam Netflix por sexualizar crianças no filme ‘Lindinhas’

Crédito: Reprodução/YouTube

A série Lindinhas recebeu críticas de todos os lados por supostamente sexualizar meninas (Crédito: Reprodução/YouTube)

O recém-lançado filme “Lindinhas”, da Netflix, está recebendo uma onda de críticas à plataforma de streaming, com acusações de apoio a sexualização das crianças.

Segundo a Variety, a onda de rejeição à plataforma teve início no último dia 10, logo após a estreia do filme, com a hashtag #CancelNetflix figurando entre os temas mais comentados do Twitter.

+ Pluto TV, rival gratuita da Netflix, chega ao Brasil em dezembro
+ Conheça os 10 filmes com as maiores bilheterias disponíveis na Netflix
+ Trump compartilha vídeo falso de Biden no Twitter

Desde então, uma onda de cancelamentos se iniciou entre os usuários do serviço nos Estados Unidos, chegando a ficar quase 8 vezes maior que os números diários registrados em agosto.

Apesar das reclamações, a diretora de Lindinhas, Maïmouna Doucoré, afirma que sua intenção é exatamente criticar a sexualização das crianças. Ela afirma ter conversado com pré-adolescentes para entender como elas se relacionavam com a feminilidade e percebeu uma noção de que, quanto mais sexualizada uma mulher era nas redes sociais, mais bem-sucedida ela parecia ser.

“Isso é perigoso”, afirmou Maïmouna.

A Netflix bateu recorde no primeiro semestre ao incluir 25,9 milhões de novos usuários na base de clientes. Até junho, o número de assinantes de 193 milhões em todo o mundo.

Veja o trailer:

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?