Giro

USP desenvolve teste de Covid-19 mais rápido e custo mais baixo

Crédito: Divulgação/USP

O exame poderá ser feito por moradores da capital paulista ao custo de R$ 90, presencialmente, ou de R$ 150 para quem optar por fazer a autocoleta em casa. (Crédito: Divulgação/USP)

O Centro de Pesquisa da USP começou a disponibilizar nesta terça-feira (01) um teste capaz de diagnosticar a COVID-19 pela saliva. O exame poderá ser feito inicialmente por moradores da capital paulista ao custo de R$ 90, presencialmente, ou de R$ 150 para quem optar por fazer a autocoleta em casa.

+ Novavax está pronta para dar início à fase três de testes de vacina contra covid
+ Abrafarma: farmácias têm recorde de 12.790 testes rápidos positivos em uma semana

O método é uma alternativa ao exame de RT-PCR, considerado o padrão-ouro para detectar o novo coronavírus durante a fase aguda da infecção. Com ele é possível aumentar a disponibilidade e a rapidez, além de diminuir os custos para realização de testes.

No Brasil, o laboratório de genômica Mendelics criou e já comercializa um teste similar, e pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG) estão desenvolvendo um kit na mesma linha.

O teste é baseado em uma técnica molecular amplamente utilizada para o diagnóstico de doenças infecciosas, como dengue, chikungunya, hepatite A e zika.

Os interessados em realizar o teste devem se cadastrar pelo site www.genomacovid19.ib.usp.br. No formulário será possível escolher entre fazer a coleta presencial ou a autocoleta. As informações sobre a data e o horário disponíveis serão enviadas para o e-mail cadastrado.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel