Estilo

US$ 30 mil a diária

O exclusivo Resort Las Ventanas Al Paraíso, que sempre foi sinônimo de luxo, agora oferece uma mansão à beira-mar de 2,6 mil m² e um staff de sete funcionários

Relaxamento: massagistas à disposição dos hóspedes da mansão (à dir.). A sala de estar tem vista para o mar azul de Cortez (à esq.) (Crédito:Divulgação)

Embora não recorra às extravagâncias de Dubai, nos Emirados Árabes, com suas imensas torres de vidro e ilhas artificiais, o resort Las Ventanas al Paraiso, em Los Cabos, no litoral do México, pode ser considerado um sinônimo de ostentação do turismo de luxo — e, ciente de seu status, não para de surpreender. A última invenção do empreendimento pertencente à rede Rosewood Hotels & Resorts para atrair multimilionários e artistas excêntricos é a Ty Warner Mansion, um palacete com nada menos que 2,6 mil m² de área privativa e vista panorâmica para o mar de Cortez, no extremo sul da península que separa o Oceano Pacífico do Golfo da Calofórnia. Para ocupar tanto espaço a mansão dispõe até de um cinema particular.

Paraíso particular: cada uma das cinco villas tem privacidade absoluta para garantir a paz dos hóspedes (Crédito:Divulgação)

Quem se hospeda ali tem, é claro, um carro de luxo com motorista à disposição e uma adega com uma seleção de vinhos exclusivos, champagnes e tequilas. Afinal, alguém pensaria em ficar sóbrio num lugar assim? O ídolo das adolescentes Justin Bieber já foi fotografado na mansão — mas não em uma pose qualquer. Quando percebeu que havia uma lente de paparazzo apontada em sua direção, ele se virou, baixou o calção e mostrou o traseiro para o fotógrafo. Desde então, a segurança do resort não deixou mais nenhum famoso ser fotografado.

Sala de banho: além de pias para cada hóspede e banheira, cada unidade tem seu jardim particular com chuveiro ao ar livre (Crédito:Divulgação)

CHEF INDIANO Ainda que a diária custe exagerados US$ 30 mil, fora os impostos, a ocupação está em torno de 20 dias ao mês. A maioria da clientela é formada por empresários que escolhem essa locação paradisíaca para fechar negócios. O serviço inclui sete funcionários à disposição por 24h. A equipe do Las Ventanas al Paraiso inclui chef de cozinha, arrumadeiras e massagistas para todos os hóspedes. Mas, se você não estiver querendo gastar tanto, pode optar por uma das cinco villas à beira-mar com duas suítes, piscina com spa, cozinha completa e um jardim privativo com chuveiro ao ar livre, onde se pode tomar banho sem ser visto por mais ninguém. Neste caso, o preço da diária cai para US$ 7 mil.

O valor garante que a geladeira esteja sempre abastecida de delícias, e seu mordomo com formação de chef pode preparar refeições a qualquer hora do dia. Ainda assim, os restaurantes do resort merecem atenção. O mais novo deles é o Arbol, com cozinha pilotada pelo indiano Anand Singh. Vindo de Mumbai, ele passou uma década explorando as culinárias costeiras das Maldivas, Seychelles e Emirados Árabes.

Mordomia: o café da manhã preparado em uma das villas pelo chef. Antes de por a mão na massa, ele pergunta o que o hóspede deseja experimentar (Crédito:Divulgação)

Se você conseguir sair do resort, experimente uma aventura pelo deserto dirigindo um buggy em alta velocidade. Passando por dunas de areia, formações rochosas e deserto de verdade. Pura adrenalina. Quando acaba o passeio, você fica irreconhecível, com a roupa cheia de areia, mas vale a pena. Mais um motivo para voltar para o hotel e curtir as delícias que eles reservaram para sua volta. Outra dica importante, caso você não pretenda ir para Los Cabos com seu jatinho: a Aeroméxico voa até lá com uma aeronave superconfortável. Boa viagem.