Agronegócio

Uruguai: cerca de 400 mil galinhas morreram em três dias devido ao calor

Crédito: Arquivo / Embrapa

Produtores alertam que onda de calor gerou uma perda estimada em US$ 1,5 milhão (Crédito: Arquivo / Embrapa)

A onda de calor que atinge o Uruguai causou a morte de 400 mil galinhas nos últimos três dias. O número representa entre 10 e 12% da produção nacional, segundo a Associação dos Produtores de Aves do Sul (APAS).



+ Camil assina compra da Silcom por meio de subsidiária no Uruguai

O ocorrido, divulgado pelos sites El Observador e Portal de Montevidéu, atingiu todos os produtores de aves, que são cerca de 135 no país. Eles alertam que este evento gerou uma perda estimada de US$ 1,5 milhão e causará um aumento no preço dos ovos.

Para a associação, no entanto, não deve ocorrer problema de desabastecimento, porque antes da morte das aves havia excesso de estoque no setor. As autoridades do Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca (MGAP) e do Sistema Nacional de Emergência (Sinae) vão analisar a situação junto aos produtores. Entre os pontos a serem considerados estão os investimentos em sistemas de refrigeração para evitar essa situação no futuro.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!