Giro

Universo foi criado em um laboratório por ETs, diz pesquisador de Harvard

Crédito: Reprodução/Pexels

Segundo o cientista, especialista em alienígenas, nosso universo foi formado em um laboratório, por uma “classe superior de formas de vida”. (Crédito: Reprodução/Pexels)

Abraham (Avi) Loeb, autor de best-sellers e ex-presidente do Departamento de Astronomia de Harvard, publicou recentemente um artigo na Scientific American em que credita a criação do universo a uma civilização tecnológica avançada. Segundo o cientista nosso universo foi formado em um laboratório, por uma “classe superior de formas de vida”.



Ele ficou famoso no passado por afirmar que sociedades alienígenas não responderão às nossas mensagens por 3 mil anos e que Oumuamua pode ter sido uma espaçonave interestelar.

+ O que existe além do universo? A resposta pode dar dor de cabeça
+ Cientistas observam matéria ‘perdida’ no Universo

Nem é preciso dizer que, quando se trata de todas as coisas relacionadas a alienígenas, Loeb é um especialista experiente. Agora, ele está de volta com uma teoria mais recente sobre nosso universo e vida alienígena e devemos admitir que é um tanto assustador.

“Como nosso universo tem uma figura plana com energia líquida zero, uma civilização avançada poderia ter desenvolvido uma tecnologia que criou um universo bebê do nada por meio de um túnel quântico”, escreveu Loeb.



Loeb prossegue, dizendo que essa teoria unificaria nossas crenças religiosas com as científicas e nos caracterizaria como uma civilização de classe C.

O que é isso que você pode perguntar?

Segundo essa classificação, se e quando nossa tecnologia progredir a ponto de nos tornarmos independentes do Sol, estaremos na classe B. Se pudermos criar nossos próprios universos bebês em um laboratório (como nossos “possíveis criadores” teriam feito), estaremos na classe A.

Como uma civilização que depende de nossa estrela hospedeira, somos apenas um C na escala de civilização. No entanto, classe A, se algum dia conseguíssemos nos tornar independentes do sol, nos tornaríamos um B e, se realmente projetássemos com sucesso nossos universos , também estaríamos no topo.

Então, a teoria basicamente assume que uma civilização classe A nos criou. O artigo deixa inúmeras perguntas sem resposta como: A civilização que nos criou interfere em nossas vidas e é benevolente, má ou indiferente?

Talvez, Loeb continue com outro artigo descrevendo nossos criadores mais detalhadamente. Nesse ínterim, consideraremos sua teoria com um grão de sal.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?