Giro

Unilever vai fazer semana de 4 dias de trabalho

Crédito: Divulgação

Inicialmente a Unilever vai adotar a escala reduzida apenas na Nova Zelândia, mas pode ampliar o esquema para filiais espalhadas pelo mundo (Crédito: Divulgação)

A filial da Unilever na Nova Zelândia vai adotar uma escala mais leve, com apenas quatro dias de trabalho para os funcionários, redução de 20% das horas em atividade e vai manter o salário sem alterações.

A experiência deve durar um ano e terá início já na próxima semana. Se for bem sucedida, a ideia é ampliar o mesmo regime para os outros 155 mil funcionários da multinacional espalhados pelo mundo.

+ Unilever escolhe Brasil para lançar marca de produtos pet
+ O hambúrguer sem carne da Unilever
+ Unilever investe 1 bilhão de euros em projeto para zerar carbono

Sem fábricas na Nova Zelândia e apenas 81 funcionários, a adaptação é considerada mais simples e objetiva, já que ordenar a escala de trabalho em uma operação fabril é mais complicado.



Segundo o jornal britânico The Independent, a Microsoft adotou em agosto do ano passado uma escala semanal de quatro dias em seu escritório no Japão e descobriu que a medida deixou as reuniões mais eficientes, os funcionários ficaram mais felizes e a produtividade aumentou em 40%.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel