Economia

Unificação de PIS e Cofins na proposta do Executivo não aumentará carga, diz Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a unificação do PIS e Cofins, na proposta do Executivo para uma reforma tributária, não irá aumentar a carga tributária, principalmente sobre profissionais liberais. “Tenho certeza que melhora a competitividade das empresas brasileiras”, disse Maia em entrevista à rádio Jovem Pan.

Maia disse também que votaria contra “um imposto como a CPMF, independente da qualidade do imposto”.

“Apesar de que esse é um imposto ruim, porque gera muitas distorções na economia”, concluiu Maia.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?