Economia

União teve de honrar R$ 697,92 mi de dívidas estaduais com garantias do Tesouro

A União desembolsou R$ 697,92 milhões em maio para honrar dívidas de Estados com garantias do Tesouro Nacional. A maior parte se deve a débitos do Rio de Janeiro, que somaram R$ 653,69 milhões no mês passado. Já Minas Gerais, deixou de quitar dívidas no valor de R$ 44,23 milhões.

No ano, a União já precisou honrar R$ 2,984 bilhões em calotes dos dois Estados. Desse total, R$ 1,604 bilhão se referem a dívidas não pagas por Minas Gerais e R$ 1,379 bilhão são débitos do Rio de Janeiro.

Em ambos os casos, o Tesouro não consegue recuperar os valores por meio do bloqueio de repasses aos dois governos estaduais.

No caso do Rio de Janeiro, porque o Estado aderiu ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF). E no caso de Minas Gerais porque o governo mineiro detém uma liminar na Justiça impedindo o sequestro nos repasses pela União.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?