Edição nº 1108 15.02 Ver ediçõs anteriores

Uma semana para beber jerez

Uma semana para beber jerez

Uma degustação com 11 vinhos elaborados na região de Jerez, no sul da Espanha, foi um dos destaques em São Paulo da Sherry Week 2018, a Semana Internacional do Jerez, que acontece até o dia 14 de outubro, com a promoção de ações com a bebida no mundo todo. Organizada por quatro importadoras – Inovini, Decanter, Casa Flora e Zahil, que têm jerezes em seu portfolio – e por Bernardo Silveira Pinto, um dos formadores homologados de Jerez no Brasil, esta degustação teve a ideia de mostrar a diversidade destes vinhos, característica que é um dos seus diferenciais, mas também um entrave ao seu consumo.

Explica-se: para o público leigo, não é fácil entender que o jerez pode ser um vinho leve, refrescante e seco (o Tio Pepe é seu principal exemplo), mas também um vinho mais encorpado e também um doce. Mais: começam a surgir na região enólogos dispostos a entender e explorar mais a palomino fino, sua principal uva, e já há exemplos de vinho branco seco e não fortificado elaborado com a variedade. O Olo de Gallo, com uvas de um vinhedo único, o Macharnudo Alto, e não disponível no Brasil, é um destes vinhos. Fresco, mineral, com notas de maça, tem produção pequena e é elaborado pelo Grupo Estevez, que tem o Jerez La Guita, o seu vinho mais conhecido no Brasil.

Ainda na diversificação do Jerez, a González Byass, que faz o Tio Pepe, trouxe para a degustação um Jerez elaborado com vinho de uma única safra, o 2010, e de uma única “bota”, como são chamadas as barricas de 500 litros onde os vinhos envelhecem em sistema de solera.

A Semana Internacional do Jerez está em sua sexta edição. Nasceu da ideia de apreciadores da bebida de divulgar mais o jerez e incentivar o seu consumo. Todos os anos, durante uma semana em outubro, as pessoas são convidadas a criarem ações com a bebida, que pode ser de uma simples degustação com os amigos a eventos mais elaborados, e divulgá-los em um site. Espanha, Inglaterra e Japão são os países mais ativos nestas ações, mas o Brasil não fica atrás, com 107 eventos registrados no site até a última sexta-feira, dia 12.


Mais posts

A falsificação do vinho Tignanello

O Tignanello é um dos vinhos premiuns da tradicional Marchesi Antinori, vinícola que está atualmente em sua 26ª geração de produtores

O adeus a Gianfranco Soldera

Considerado um dos melhores produtores de Brunello di Montalcino, Soldera era um purista, seguidor das práticas de cultivo natural, sem [...]

A Peterlongo e o dilema do champanhe

Desde que comprou à centenária vinícola gaúcha em 2002 e, mais recentemente, desde a contratação do francês Pascal Marty como [...]

Nasce uma associação para divulgar o vinho

Na tentativa de ajudar a aumentar o consumo de vinho no Brasil, setores importantes decidiram se unir e lançar a Pró-Vinho.

A festa do padroeiro dos vinhateiros

Na Borgonha, todos os anos, no final de semana depois de 22 de janeiro, que é o dia do padroeiro, se comemora a festa de Saint Vincent
Ver mais
X

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.