Uma inspiração divina

Uma inspiração divina

Há 30 anos procurei meus amigos com uma pergunta: “Estou pensando em abrir uma escola de inglês. O que vocês acham?” A resposta me chocou: “Você está louco. Não faça isso. Tem muita concorrência. Não troque o certo pelo incerto. Estamos enfrentando uma crise. A economia vai mal. O momento não é favorável”. E alguns mais pessimistas diziam: “Pense bem. Esse negócio de dar aulas de inglês não dá futuro para ninguém.”

Confesso que não esperava esse balde de água fria por parte de “meus amigos”. Fui para casa e chorei. Mais tarde meus colegas riram dizendo: “Eu sabia que ele ia desistir. Sabia que não ia muito longe. Sabia que era apenas fogo de palha.” Bem, hoje quem ri sou eu, enquanto alguns dos meus colegas choram por não terem acreditado no projeto. Algumas pessoas ficam tão apegadas a seus modelos mentais, medos interiores, receios da alma e fantasmas imaginários, que acabam desistindo de seus projetos e não realizam seus sonhos.

Geralmente quando você apresenta um plano aos amigos, é isso o que acontece. Pessoas que nunca tiveram um negócio reagem negativamente expondo todos os porquês para seu projeto não dar certo, embora eles mesmos nunca tenham empreendido. Naquela época, apenas ignorei os comentários pessimistas, pois tinha plena convicção de que aquele era o caminho que eu deveria seguir. Se eu me deixasse influenciar por aqueles comentários, jamais teria me tornado um empresário bem-sucedido. Isso significa que o empreendedor precisa fazer uma blindagem contra o pessimismo. É preciso distinguir entre um conselho válido dado por um amigo de confiança e a mera manifestação de crítica por alguém sem experiência, análise e critério.

Ademais, sempre procurei traçar minha trajetória empresarial norteado pela fé. Eu havia buscado a orientação divina sobre como empreender. A resposta foi clara. Recebi a inspiração indicando que a educação era meu propósito de vida. Por isso, se você realmente pretende empreender, prosperar e beneficiar milhares de pessoas, valorize sua intuição e busque a inspiração divina. Você se surpreenderá com a resposta que receberá.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel


Sobre o autor

Carlos Wizard Martins, 64 anos, é empresário, controlador do Grupo Sforza Holding, escritor e empreendedor social.


Mais colunas e blogs


Mais posts

O não faz parte do sim!

Certa vez havia um rapaz sem formação acadêmica, profissão definida ou perspectiva profissional. Como estava desempregado, aceitou o [...]

O preço do sucesso

A maior parte das pessoas gostaria de falar inglês sem estudar; gostaria de tocar o piano sem praticar. Alguns jovens gostariam de ser atletas sem treinar. Outros gostariam de ter o peso ideal sem fazer exercícios e cuidar da alimentação. E por fim, muitos gostariam de prosperar sem pagar o preço do sucesso. A diferença […]

Sucesso compartilhado

Minha trajetória empresarial tem sido pautada pela combinação de elementos racionais, emocionais e espirituais. Hoje em dia, me sinto feliz em compartilhar tais experiências por meio de palestras, livros, vídeos e podcasts, com o objetivo de inspirar aqueles que estão em busca da realização pessoal através do empreendedorismo. Acredito que o sucesso somente é sucesso […]

Quanto devo poupar?

Conforme citei em meu texto anterior, o segredo da prosperidade está em poupar na origem. Mas qual percentual da renda ou faturamento deve ser poupado? Para mim, mais importante do que indicar um percentual específico, é a disciplina de manter essa prática ao longo dos anos. Por isso, compartilho agora como apliquei esse conceito em […]

Até quando você pretende viver?

Estava em Brasília e fiquei surpreso quando ouvi a pergunta do título acima. Respondi que, embora seja uma pessoa superdisciplinada, algumas coisas não temos como controlar e que acredito que o tempo de vida de cada um é determinado por Deus. Em seguida indaguei: Mas por que essa pergunta? Então minha interlocutora, a dra. Nise […]

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.