Edição nº 1138 16.09 Ver ediçõs anteriores

Um Tinder para o mercado imobiliário

Um Tinder para o mercado imobiliário

Inspirada no site de relacionamentos Tinder, a startup de compra e venda de imóveis EmCasa aposta em um modelo de negócio baseado em “match” para turbinar os negócios. A plataforma conecta proprietários, incorporadoras e compradores. Do lado de quem compra, o algoritmo de recomendação ajuda o cliente a encontrar os imóveis que têm mais compatibilidade com o seu perfil. Para cada comprador, a plataforma sugere imóveis que darão um melhor “match” para a realização do negócio. “Produzimos e compartilhamos informações para ajudar na melhor tomada de decisão. Nossa proposta é garantir um bom negócio em pouco tempo e a tecnologia nos ajuda nesse processo”, diz Gustavo Vaz, CEO da EmCasa.

(Nota publicada na Edição 1137 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Negócio de gente grande

Um dos maiores complexos temáticos do País, o cearense Beach Park deve fechar o ano com crescimento de mais de 20% sobre 2018. O grupo, [...]

Lugar de médico é no shopping

A proliferação das clínicas médicas populares tem levado grandes redes do setor a locais, digamos, pouco convencionais do mercado da [...]

Unidos pelo bilhão

A Duff & Phelps do Brasil, consultoria global de finanças corporativas, e a Kroll, empresa mundial de gestão de riscos e [...]

À procura de imigrantes

Enquanto o Brasil não sabe o que fazer com mais de 11 milhões de desempregados, o Canadá não sabe como preencher suas vagas de [...]

Contrate bem sem olhar a quem

A operação brasileira Oracle, uma das mais importantes da gigante americana de tecnologia, selecionou um recurso da brasileira HRTech [...]
Ver mais