Estilo

Um “agressor” de 2,2 mil cavalos

Um “agressor” de 2,2 mil cavalos

O engenheiro Jerod Shelb ficou famoso no final dos anos 1990 por ter criado carros de produção de alto desempenho como SSC Aero, que por quatro anos recebeu o título de mais veloz do planeta, até ser batido pelo Bugatti Veyron Supersport. Até Shelb dar o troco.

Carro de produção mais rápido do mundo atualmente, o SSC Tuatara atingiu 282,9 mph (455,3 km/h) no Centro Espacial Kennedy’s Shuttle Landing, na Flórida. Agora, o Aggressor dá um passo além. Construído exclusivamente para pista, ele pode vir equipado com um motor de até 2.230 cavalos de potência. O preço não foi revelado.

(Nota publicada na edição 1225 da Revista Dinheiro)