Edição nº 1126 20.06 Ver ediçõs anteriores

Última sugada

Última sugada

O Rio de Janeiro dá um exemplo do que parece ser uma tendência inexorável. Ele será a primeira grande cidade brasileira a banir o uso de canudinhos plásticos de bares, restaurantes e quiosques de praia. Segundo projeto de lei, aprovado pelos vereadores cariocas, na quinta-feira 7, eles só podem ser servidos se forem feitos de papel biodegradável ou material reciclável. Caso a lei seja sancionada pelo prefeito Marcelo Crivella, os estabelecimentos que insistirem no plástico podem ser multados em R$ 3 mil. Os canudinhos parecem inofensivos, mas depois de um rápido uso, para apenas alguns goles de uma bebida, levam um século para se decomporem.

Nos Estados Unidos, diversas cidades adotaram leis semelhantes, como Malibu, Oakland, Berkeley, Nova York, Miami Beach, Nova Jersey e Seattle. A Escócia planeja banir os canudos em 2019 e Taiwan quer estender a proibição a diversos itens de plástico, como copinhos e sacolas, até 2030. A rede Starbucks anunciou, na segunda-feira 9, acabar com os canudos em suas unidades até 2020. Também a McDonald’s testará, no Reino Unido, medida similar, o que pode se estender pelas lojas da rede pelo mundo. Os ambientalistas defendem que o fim dos canudinhos não resolverá o problema dos plásticos nos oceanos, mas pode ser o ponto de partida para as pessoas se acostumarem a usarem menos plásticos no dia a dia.

(Nota publicada na Edição 1078 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Barco-hospital Papa Francisco leva atendimento médico a comunidades ribeirinhas

Em 2013, quando o Papa Francisco visitou o Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, algo o incomodou. Enquanto conhecia um hospital [...]

Cerrado ameaçado

Segundo maior bioma brasileiro, com extensão de 2 milhões de quilômetros quadrados (km²), o Cerrado está sob ataque e sua destruição [...]

Bayer investirá € 5 bilhões para combater ervas daninhas

A multinacional alemã Bayer anunciou na sexta-feira 14 que investirá € 5 bilhões até 2030 em pesquisa e desenvolvimento (P&D) para [...]

L’Oréal leva capacitação para comunidades no Rio

A Redken, marca do grupo L’Oréal, deu início ao projeto Casa de Barbearia para capacitação profissional de barbeiros, em Nova Iguaçu (RJ). A expectativa é que o curso forme 200 pessoas das comunidades carentes da Baixada Fluminense até o final do ano. Uma primeira turma de 95 estudantes já se graduou. “O segmento de barbearia no […]

Coca-Cola FEMSA Brasil caça ideias para um mundo melhor

Na segunda-feira 10, a Coca-Cola FEMSA Brasil abriu a sua temporada para o edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’, cujo objetivo é incentivar projetos sociais de ONGs que atuem nas regiões onde a companhia mantém operações. O projeto já existe há três anos e beneficiou cerca de 6,1 mil pessoas por meio de 14 ONGs. […]

Ver mais