Política

Apps de entregas podem ser obrigados a pagar seguro para entregadores

Crédito: AFP/Arquivos

O Ministério do Trabalho da Colômbia afirma que os entregadores do Rappi "estão desprotegidos" - (Crédito: AFP/Arquivos)


Um projeto de lei (PL 391/2020) do senador Fabiano Contarato (Rede-ES) determina que empresas de aplicativos de entregas paguem seguro de acidentes pessoais para os entregadores.
Segundo o senador, o número de acidentes envolvendo esses trabalhadores aumentou 64%, no Estado de São Paulo. Por isso, é necessário exigir o direito para preservar a vida dos entregadores.
+ Rappi e Uber têm 72 horas para responder Procon-SP sobre morte de entregador
+ Entregador da Rappi tem AVC durante entrega e morre após aguardar 2h por socorro

Tópicos

app Rappi Uber uber eats