Giro

Twitter alertará usuário que postar mensagens ofensivas

Crédito: Reprodução/Unsplash

Após meses de testes conduzido pela empresa, os usuários a reconsiderar antes de postar um tweet potencialmente prejudicial. (Crédito: Reprodução/Unsplash)

O Twitter é uma das plataformas mais usadas, frequentemente utilizada para trollar ou assediar usuários. No entanto, agora o microblog não permitirá que os usuários que postam tweets ofensivos passem despercebidos facilmente.

A plataforma começará a alertar os usuários antes que eles postem tweets ofensivos. O recurso estava sendo testado há um ano, mas agora será lançado para um público mais amplo.

+ Twitter suspende contas que tentaram contornar suspensão de Trump na plataforma

Em 2020, o Twitter começou a testar o recurso com um pequeno grupo de pessoas. O teste conduzido pela empresa levou os usuários a reconsiderar antes de postar um tweet potencialmente prejudicial. Agora, depois de meses, o recurso estará disponível para usuários em todas as plataformas.



“A partir de hoje, estamos lançando esses prompts aprimorados no iOS e Android, começando com contas que habilitaram as configurações do idioma inglês. Começamos a testar prompts no ano passado que incentivavam as pessoas a pausar e reconsiderar uma resposta potencialmente prejudicial ou ofensiva – como insultos, linguagem forte ou comentários odiosos – antes de tweetá-la. Quando solicitadas, as pessoas tiveram a oportunidade de fazer edições, excluir ou enviar a resposta como está”, disseram Anita Butler, diretora de design de produto e Alberto Parrella, gerente de produto no Twitter em uma postagem de blog.

De acordo com o Twitter, inicialmente, as pessoas costumavam receber avisos mesmo quando se envolviam em brincadeiras amigáveis ​​com um amigo, mas agora o Twitter trabalhou em seus algoritmos e coletou feedback dos usuários para melhorar o recurso. Os resultados do teste revelam que, quando os usuários foram alertados sobre tweets ofensivos, mais de 34% das pessoas revisaram sua resposta inicial ou decidiram não enviar nenhuma resposta. 11 por cento das pessoas escreveram menos respostas ofensivas.

O Twitter também apresentou uma série de situações em que enviará lembretes aos usuários. O site de microblog disse no blog que eles estão aprimorando sua tecnologia para detectar palavrões e linguagem forte com mais precisão. No entanto, o Twitter pode não enviar prompts se duas pessoas se seguirem e forem interativas e tiverem um melhor entendimento.

“Continuaremos a explorar como os prompts – como os prompts de resposta e os prompts de artigo – e outras formas de intervenção podem encorajar conversas mais saudáveis ​​no Twitter. Nossas equipes também coletarão feedback de pessoas no Twitter que receberam prompts de resposta à medida que expandimos esse recurso para outros idiomas. Fique ligado para mais atualizações à medida que continuamos a aprender e fazer novas melhorias para incentivar conversas mais significativas no Twitter”, leu o blog do Twitter.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago