Giro

Turquia prende 186 pessoas por propaganda contra ofensiva na Síria

Turquia prende 186 pessoas por propaganda contra ofensiva na Síria

Curdos sírios participam de uma manifestação contra ameaças turcas na cidade de Ras al-Ain, na província de Hasakeh, na Síria, perto da fronteira turca em 6 de outubro de 2019 - AFP

As autoridades turcas colocaram 186 pessoas sob detenção preventiva sob a acusação de “propaganda terrorista” ao criticar a ofensiva turca no norte da Síria, segundo a agência oficial Anadolu.

Das 186 pessoas detidas desde o início da ofensiva, em 9 de outubro, 24 foram formalmente presas e 40 foram libertadas sob controle judicial, enquanto as demais permanecem preventivamente detidas, disse a Anadolu.

A ofensiva turca contra as milícias curdas do YPG (Unidades de Proteção Popular) no nordeste da Síria é apoiada por toda a classe política do país, com exceção do partido pró-curdo do HDP.

Os dois copresidentes dessa formação política, Sezai Temelli e Pervin Buldan, estão sendo investigados por chamar a ofensiva de “invasão”.

Em outra operação anterior contra as YPG, no ano passado, as autoridades turcas prenderam centenas de pessoas também acusadas de terem feito “propaganda terrorista” nas redes sociais.

As ONGs denunciam regularmente a deterioração das liberdades de imprensa e expressão na Turquia, sob a presidência de Recep Tayyip Erdogan, especialmente após uma tentativa de golpe de Estado em 2016, seguida por uma enorme repressão em todas as direções.