Tudo que reluz

Tudo que reluz

O mercado de gemas e metais preciosos defende uma simplificação dos tributos que incidem sobre as joias, com a Reforma Tributária. Por exemplo, as joias acabadas brasileiras, que fazem sucesso em vários países do mundo, também se encarecem ao pagar imposto de importação para pedras que são utilizadas em sua confecção. “Se isso acabar, poderíamos crescer 5 pontos acima do PIB”, diz Ecio Morais, diretor do Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM). O Brasil é grande produtor de pedras rosadas, como topázio, turmalina e ametista, sendo que 80% da produção é exportável. O IBGM, no entanto, vê com preocupação as propostas de mudanças de regras de mineração feitas pelo governo. Apesar de o instituto defender uma liberação ambiental mais ágil, o Brasil não pode ficar conhecido por expandir a sua exploração em território indígena. “Isso poderia dar má fama ao produto brasileiro”, diz Morais. “Seria um tiro no pé.” Na década passada, ficaram famosos os “diamantes de sangue”, que sofreram sanções da ONU, por serem motivo de conflitos em vários países.

(Nota publicada na Edição 1134 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Imóveis em alta

Com mais de R$ 500 bilhões em imóveis anunciados para venda, o portal Imovelweb estima crescer mais de 20% em faturamento neste ano em [...]

Veganos da cabeça aos pés

A Insecta Shoes, marca brasileira de sapatos e acessórios veganos, voou longe em 2019 e registrou um aumento nas vendas de 52%. Com [...]

Por que a maior feira de vinhos do mundo escolheu o Brasil

O empresário Christian Burgos, dono da revista Adega e sócio do guia Descorchados, de origem chilena, decidiu expandir os negócios com [...]

Sorria para o banco

O Banco Daycoval colocou em funcionamento uma nova tecnologia para aumentar a segurança das operações bancárias: o reconhecimento facial. O cadastro, no processo de abertura da conta, por exemplo, já não exige a presença do cliente na agência e nem solicita o comprovante de residência. Com a novidade é possível melhorar ainda mais a experiência […]

Funcionários felizes, empresas lucrativas

A Inpartec, empresa especializada em plataformas de colaboração e produtividade, fechou 2019 com faturamento de R$ 30 milhões, um [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.